Friday, December 08, 2006

À Cris

Cris,

Tentei escrever algo ontem e hoje, mas nada conseguia, até que pensei no seguinte. Os anjos levaram a bebezinha para junto dos pequenos santos inocentes, onde todos estão reunidos para a maior glória do Nosso Senhor Jesus Cristo. Porque estar bem aqui é passageiro e quase estranho, já que a gente não casa bem com este mundo. O que perdemos causa dor, mas por que haveríamos de ter algo? Se então temos algo, isso é já por si inexplicável e maravilhoso, e só há razão para agradecermos, mesmo que seja por pouco tempo. E se a bebezinha não pode estar mais aqui, está, com toda a sua inocência, com todos os anjinhos do Paraíso e amparada por Jesus Cristo. E lá do alto acho que todos estão unidos para te ajudar, e quanto mais você pedir auxílio, mais te darão.

Por coincidência, escrevo no dia da Imaculada Conceição da Santíssima Virgem. Como você, ela foi mãe, e teve também de suportar as dores da perda do filho amado. Mas eu diria que da mesma forma que a Virgem pode suportar a perda do filho amado e reencontrar a alegria por causa de sua fé e dos desejos profundos de Deus, tua fé te servirá para suportar com firmeza a perda da pequenininha, porque nada existe sem a vontade de Deus.

Há tempo de tristeza e tempo de alegria. Se a filhinha não está mais entre nós, o que te causa tristeza, certamente ela está já nos braços de Deus, o que é motivo de alegria. Se não é possível você ensiná-la tudo de lindo que há no mundo, ela por outro lado está cercada da verdadeira beleza que está no Céu. Se não correrá mais aqui no parquinho, correrá no Paraíso junto a todos os outros pequenos inocentes. E eu diria até mais. Porque se a fé não for vã e houver a ressurreição, a bebezinha estará então a tua espera quando Nosso Senhor enfim retornar.

Perdão por não ter me expressado de um jeito mais adequado, porque foi menos por vontade e mais por falta de capacidade.

Que Jesus Cristo proteja a todos nós.

Um beijo,

Cassiano

1 comment:

cris said...

vc me ajudou mto com seu texto, cassiano..li e reli varias vezes... nao sei como agradecer sua amizade...brigada, brigada mesmo.