Sunday, April 30, 2006

Notícia autoprobante

Deu no portal da Inteligweb: Maioria dos alunos de 4ª série foram mal em língua portuguesa, segundo dados do MEC.

O título dessa notícia já demonstra as deficiências do ensino de nossa língua, não é verdade? Sou da seguinte opinião: pegassem todos nós que brincamos de tecer coisas bonitas e profundas com o espírito e bem provavelmente quase todos nós teríamos nossos afazeres seriamente questionados ou, em casos gravíssimos, seríamos internados em manicômios ou até presos por atentado ao pudor.

É muito comum ouvirmos que a educação é uma porcaria, que o pessoal passa de ano sem saber nada, etc, etc, mas está aí um caso muito, muito singular: todo mundo diz que a educação está uma porcaria, ou seja, todos se julgam aptos a emitir um juízo crítico acerca das escolas, mas poucos são aqueles que reconhecem publicamente que tiveram sua formação justamente nesse pandemônio que é a nossa educação. Ora, apenas aqueles que têm a fé em grau heróico conseguem atravessar o deserto traiçoeiro e cheio de provações sem ferimentos terríveis. Trocando em miúdos: se todo mundo está apto para criticar a educação, como é que ela poderia estar tão ruim? É evidente que existe alguma coisa muito estranha por trás desse problema. E isso, por si, é um sintoma da precariedade do ensino.

Quando todos se sentem aptos para dizer algo a respeito de tudo, quando todos se acham no direito (às vezes até obrigação) de fazer uma crítica sobre o que for durante um tempo muito maior do que aquele que levaram para ter algum embasamento sobre o que dizem, então a situação é calamitosa. Embora esse seja um tema sério e vital, não quero me perder nele. Minha intenção é de apenas testemunhar o quão grave é uma situação onde os críticos da educação são eles mesmos pessoas com deficiências colossais de formação. Este é, infelizmente, o nosso caso.

Não me pergunte, querido leitor, o que devemos fazer para salvar a educação. Se eu soubesse, você acha que eu escreveria apenas minhas divagações neste blog? Só acho, repito, muito estranho quando justamente aqueles que carregam os estandartes da inteligência se mostram não poucas vezes incapacitados de cumprir a sua áurea missão. Em nosso país isso é uma praga. É este o tema de nosso tempo.

2 comments:

cris said...

hummmmmmm, gostei da nova cara do blog!

Cassiano said...

Eu também, mas por causa deste estranho mundo de justiça imperfeita, tive de pagar com todos os comentários, que aliás já vinham sendo roubados por algum duende. O blog era assim branquinho antes, mas não lembro o que me levou a queimá-lo em seguida. Não mudei novamente para o branco antes porque eu já suspeitara que este mundo haveria de querer algo em troca.